informação geral

democraSEE consiste num prémio e numa plataforma de mentoria que visam o desenvolvimento e mostra (de projectos fotográficos e conteúdo de relevo da região África Austral, incidindo sobre temáticas sociais, políticas e imaginárias. O prémio pretende criar um espaço que reconheça fotógrafos, o papel da fotografia e o seu lugar no mundo. Para além disso, apoiar o crescimento de linguagens visuais em fotografia é também parte inerente deste projecto. Podem concorrer a este prémio, fotógrafos dos da África Austral incluindo também Angola, Moçambique, República Democrática do Congo, Tanzânia e Madagáscar.

O vencedor do prémio irá receber:

  • Uma bolsa de R40,000 (Rand sul-africano) para o desenvolvimento de um trabalho existente ou criação de um novo projecto;
  • MentoriaTutoria de um mentor/curador (escolhido juntamente com o fotógrafo)
  • Sessões críticas com assuntos estipulados e profissionais experientes
  • Suporte contínuo e acompanhamento da Photo:
  • Publicação online do trabalho final no site da democraSEE photography

Anualmente, a Photo: abrirá candidaturas para até três prémios

O painel de selecção é escolhido por prémio. Consiste num grupo relevante de profissionais regionais e internacionais – curadores, fotógrafos, galeristas, jornalistas, críticos ou cientistas sociais – que terão em conta as candidaturas.

A mudança urgente na forma como compreendemos os nossos mundos, democracias e identidades, são reflectidas e moldadas pelas multiplicidades da fotografia e pela maneira como estas fotografias funcionam dentro de determinados contextos. Com base na premissa que os projectos fotográficos geralmente envolvem processos colaborativos, o prémio oferece a fotógrafos emergentes/meio de carreira uma oportunidade de desenvolverem um trabalho novo ou existente mas ainda não concluído, com o apoio de um mentor/curador, sessões críticas, escritor, assim como com o apoio da Photo:.

democraSEE é um projecto da Photo:, apoiado pelo Departamento de Artes e Cultura da África do Sul assim como pelo Concelho Nacional de Artes na África do Sul e pelo Photography Education Trust